Arquivo

Posts Tagged ‘Sorocaba’

Debate aberto #3: Direitos dos animais

Há, na sociedade, uma crescente sensibilização sobre os direitos dos animais, e a consciência da importância das políticas públicas neste campo, que, em Sorocaba, são praticamente inexistentes. É preciso atender esta necessidade por um compromisso ético bem como por conta da falta de atendimento ser um potencial gerador de problemas no campo da Saúde Pública.

A estrutura física para o atendimento às poucas ações voltadas aos animais é precária. Há um canil, pequeno e mal preparado para atender a demanda da cidade. As campanhas de castração e as feiras de adoção, apesar da boa vontade dos poucos funcionários que atuam no setor, tem como resultado números pífios.

Apesar disso, a cidade conta com iniciativas importantes: foi a primeira cidade no Brasil a proibir o uso de animais em circos. Também são proibidas as provas de rodeio. Aqui se criou a segunda delegacia especializada em atender denúncias de maus tratos a animais que, aliás, segundo consta, não está atendendo conforme o que se pretendia, inicialmente.

O poder Executivo porém, não construiu uma política pública nesta área e ainda se viu, recentemente envolvido em denúncias de maus tratos.

Dessa forma, entendemos ser essencial a luta para que sejam formuladas políticas públicas de atenção aos animais integradas com outras de importantes áreas como a Saúde, a Educação o Esporte e o Lazer, por exemplo. O princípio norteador será o mesmo do Sistema Único de Saúde – a prioridade à prevenção e o acesso universal aos serviços públicos nesta área.

Leia mais…

Anúncios

Trânsito, Transporte e Mobilidade Urbana

Image

Em nenhuma das eleições municipais anteriores os temas trânsito, transporte e mobilidade urbana ocuparam papel de tanto destaque, quanto o que devem ocupar agora. Isso porque, em cidades como Sorocaba, a situação beira o insuportável graças as péssimas escolhas feitas ao longo dos governos que aqui se sucederam nas últimas décadas.

É incrível a falta de sensibilidade de nossos representantes a esse respeito. Como não utilizam, nem nunca utilizaram transporte público, creem que em uma cidade com características de classe média todos preferirão o uso do veículo particular. Como se fosse lógico cada cidadão lançar mão do uso de uma máquina de algumas centenas de quilos, para transportar uma pessoa com algumas dezenas deles. E é só essa a preocupação. De resto, as calçadas são esquecidas, as ciclovias são voltadas ao lazer e o transporte público não é priorizado de forma alguma, como agora com o programa Sorocaba Total em que nenhuma das novas avenidas foi projetada para o bom uso pelo transporte público. E isso pra nem voltar a falar da tal segunda tarifa mais cara do Brasil.

Em cidades com índices de crescimento tão expressivos como os de Sorocaba, governos que se restringem ao gerenciamento do aqui aí está já não dão conta do recado. É preciso muito mais que isso, é preciso entender que o poder público tem que dar norte ao nosso desenvolvimento, precisa intervir sim em nosso cotidiano e na forma como cada um de nós se deslocará. Continuar apostando na individualidade, sem a oferta de transportes coletivos de boa qualidade, com conforto e preço justo é um imenso erro e por conta deles, mantida essa política, tendemos a ter um município travado em poucos anos.

Computadores apreendidos na Câmara: assim caminha o Legislativo sorocabano

Image

Conforme um dito popular “lobo pode mudar de pelo, mas não de vício”. E mais uma vez o nobre vereador Ruby está envolto em acusações. Desta vez, o MP investiga suposto uso da estrutura pública de seu mandato para a produção de materiais de campanha eleitoral, o que se comprovado configuraria a prática de improbidade administrativa. Leia mais…

Sobre a nova pesquisa Jovem Pan / Jornal Ipanema

Image

É difícil comparar os resultados das duas pesquisas encomendadas pela Jovem Pan Sorocaba e Jornal Ipanema, mas é possível ao menos fazer uma leitura do que a seguir poderá se firmar como tendência. Leia mais…

Categorias:Uncategorized Tags:, ,

“Viajando” em duas rodas

            Entender as necessidades da população, saber sentir a dor alheia e se despir dos próprios interesses para trabalhar pelos outros. São esses alguns dos predicados esperados daqueles que se dispõem a representar os milhares de cidadãos que vivem em uma cidade, estado ou país. E é na execução de políticas públicas que aprendemos a separar os que assim agem, dos que fazem da política uma vitrine. Leia mais…

Déficit habitacional e interesses “não republicanos”

Image

            Interessantes os dados apontados em matéria que mereceu manchete do Jornal Cruzeiro do Sul de hoje (09/05). Tratando da política de habitação do município os números revelam a necessidade de construção de cerca de 12 mil moradias populares para que oficialmente o déficit local seja zerado. Apontam mais, dizem que em oito anos de governo Vitor Lippi, foram entregues somente três mil novas moradias para famílias de baixa renda e que viviam em áreas de risco na cidade. E isso em se considerando que nos últimos dois anos o governo municipal teve à sua disposição o recurso de utilizar o programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal. Leia mais…

Sorria, você está sendo enganado!

Assistimos perplexos a desfaçatez dos protagonistas do escândalo do fura-fila da saúde pública em Sorocaba. A reportagem exibida pela TV TEM (veja a aqui a reportagem) no dia 09 de março trouxe à tona entrevistas e depoimentos das três partes envolvidas no esquema montado para “facilitar” o acesso a consultas de pacientes “amigos” de vereadores: Executivo, Legislativo e usuários.

O esquema funciona no mais puro modelo “casa grande e senzala”, onde os amigos dos senhores não só alcançam privilégios, no caso o adiantamento de consultas, como comprometem-se com eles em razão dos tais. Já aos inimigos, bom, a esses como sempre o rigor da lei. Leia mais…

%d blogueiros gostam disto: